Economia

StoneX eleva previsão de produção de soja no Brasil para 133,479 milhões de t

Crédito: Arquivo / Embrapa

A consultoria passou a prever área plantada de 38,138 milhões de hectares (Crédito: Arquivo / Embrapa)

São Paulo, 4 – A consultoria StoneX elevou a sua previsão de produção de soja do Brasil de 132,611 milhões para 133,479 milhões de toneladas em decorrência de ajustes em área e em produtividade. A consultoria passou a prever área plantada de 38,138 milhões de hectares, ante 37,983 milhões de hectares previstos anteriormente, com aumentos em Goiás, em Maranhão, Piauí, Tocantins e Pará. A previsão de produtividade aumentou de 3,49 toneladas por hectare para 3,5 toneladas por hectare.

Após atrasos no início do ciclo 2020/21, o plantio da soja avança rapidamente, segundo a StoneX. O grupo também ajustou a estimativa da safra 2019/20 para 124,347 milhões de toneladas, após uma revisão da produção alcançada em Goiás.

+ Volume exportado de soja em outubro cai 51% ante outubro de 2019
+ Plantio de soja da safra 2020/21 no País sobe para 42% em 1 semana, diz AgRural

“Mesmo com mais esse aumento no número da safra 2019/20, para 124,35 milhões de toneladas, a perspectiva de uma oferta extremamente limitada de soja no fim deste ano continua”, disse a analista de inteligência de mercado da StoneX, Ana Luiza Lodi. A consultoria passou a prever exportação de 82,5 milhões de toneladas, ante 82 milhões de toneladas projetadas até o mês passado.

Já para o ciclo 2020/21, mesmo com as perspectivas de uma produção recorde, a demanda deve continuar aquecida, num cenário de vendas adiantadas e real desvalorizado, o que mantém “condições propícias” à continuidade de preços domésticos sustentados. “A safra brasileira está no centro das atenções, diante de uma demanda chinesa aquecida e das estimativas de um balanço bem mais restrito nos EUA”, disse Ana Luiza.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro