Notícias

Stratégie Grains reduz projeção para safra 2019/20 para 305 milhões de t de grãos

Londres, 13 – A consultoria francesa Stratégie Grains reduziu em 0,55%, ou 1,7 milhão de toneladas, sua estimativa para a produção de grãos da Europa na safra 2019/20, de 306,7 milhões de toneladas para 305 milhões de toneladas. Foi o segundo corte consecutivo feito pela consultoria na perspectiva para 2019/20. Na comparação com a expectativa para a safra 2018/19, de 280,4 milhões de toneladas, a projeção representa aumento de 9%. A previsão foi divulgada nesta quinta-feira, 13.

A previsão para a safra de trigo soft foi cortada de 143,9 milhões de toneladas para 142,8 milhões de toneladas. A consultoria reduziu também sua estimativa para a safra de cevada, de 60,3 milhões de toneladas para 59,6 milhões de toneladas. Já a estimativa de produção de milho em 2019/20 foi elevada de 63,1 milhões para 63,4 milhões de toneladas.

A consultoria disse que a revisão para baixo na estimativa reflete os prejuízos causados pela seca na Espanha e na Europa Oriental e Central. Por outro lado, chuvas acima da média acendem a preocupação de produtores na Hungria, Itália, Romênia, Bulgária e França, segundo a Stratégie.

Quanto aos preços, a consultoria manteve perspectiva baixista, dado o enfraquecimento das exportações francesas, em virtude da forte concorrência com o cereal ucraniano. A Stratégie destacou, ainda, que apesar da alta expressiva dos preços do trigo norte-americano, é improvável que o movimento de repita nos preços dos grãos europeus, pela necessidade de ajuste para ganho de competitividade externa.

“No caso de os preços mundiais do trigo continuarem a subir (por exemplo, se a deterioração da safra de trigo da Rússia for confirmada ou se as condições de cultivo no Canadá e na Austrália permanecerem secas), o preço do trigo francês teria um potencial menos significativo de aumento do que os concorrentes “, apontou o relatório. Fonte: Dow Jones Newswires.