Notícias

Taxa de desemprego do Reino Unido salta ao maior nível em 4 anos

A taxa de desemprego no Reino Unido saltou em novembro para seu maior patamar em quatro anos, com o aumento das infecções por coronavírus e consequentes medidas governamentais que afetaram a atividade econômica.

A taxa de desemprego britânica foi de 5% no período de três meses até novembro, em comparação a 4,5% no período de três meses até agosto, segundo dados oficiais divulgados nesta terça. Trata-se do pior resultado desde meados de 2016.

Para o economista de mercados desenvolvidos do ING, James Smith, a taxa poderá se agravar ainda mais, para níveis de 6% a 7%, se o apoio de Londres for removido antes que todos os setores sejam totalmente reabertos. O programa de licença deve terminar em abril, e o fato de que ainda havia mais de um milhão de trabalhadores “totalmente licenciados” em outubro, quando o esquema estava originalmente programado para terminar, mostra que há um grande grupo de trabalhadores que não conseguiram trabalhar devido às restrições, diz Smith.

Além disso, a interrupção decorrente do novo acordo entre o Reino Unido e a União Europeia também inevitavelmente colocará pressão sobre os empregos, à medida que as empresas continuam lutando contra o avanço constante dos custos e das barreiras comerciais, ponderou Smith.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?