Economia

Tereza Cristina: queremos chegar a R$ 2,5 bi para seguro rural até fim do governo

Crédito: Reprodução/TV Brasil

"Este é o nosso objetivo", disse ela em "live" promovida nesta quinta-feira pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) (Crédito: Reprodução/TV Brasil)

São Paulo, 19 – A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, projeta que, ao fim de quatro anos do governo Jair Bolsonaro, o volume de recursos para a subvenção ao prêmio do seguro rural deva alcançar R$ 2,5 bilhões. “Este é o nosso objetivo”, disse ela em “live” promovida nesta quinta-feira pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

“Logo no início do governo eu falei com o presidente que queríamos dar atenção a esta questão”, disse a ministra. “Este ano pedimos R$ 1,5 bilhão”, acrescentou, referindo-se ao Plano Safra 2020/21, lançado nesta quinta. Entretanto, o valor destinado à subvenção ficou R$ 200 milhões menor, em R$ 1,3 bilhão, mas 30% superior ao do ciclo 2019/20. “Ano que vem (o volume de recursos) vai ser maior ainda”, afirmou. “A cobertura vai ter de ser maior e ter mais qualidade, com mais culturas sendo atendidas.”

+ Tereza Cristina: dependência do agronegócio com a China preocupa
+ Plano Safra 2020/21 terá recursos para o Programa de Bioinsumos, diz Tereza Cristina 

Tereza Cristina comentou, ainda, que durante o lançamento do Plano Safra,o ministro da Economia, Paulo Guedes, se mostrou disposto a deslocar mais recursos para o ciclo 2021/2022.

A ministra advertiu, porém, que é importante que o governo dê garantia de que não vai contingenciar a verba do seguro rural. “Precisamos ter a garantia de que o governo vai cumprir e não vai contingenciar o recurso.” Além disso, ela citou a necessidade de haver mais seguradoras e resseguradores no mercado de seguro rural. “Hoje temos 14 seguradoras atuando em seguro rural”, contou, acrescentando que há interesse de várias outras de entrar neste mercado.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro