• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias15/08/2021

Tesouro sofre ataque de hacker, mas Economia informa que não houve dano a sistema

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo15/08/21 - 18h25min

Em um momento que cresce a preocupação com a segurança cibernética e a proteção de dados pessoais, a Secretaria do Tesouro Nacional sofreu um ataque de hackers. O Tesouro é o órgão do Ministério da Economia que cuida da administração financeira e da contabilidade do governo federal e é responsável pelas emissões soberanas e pelas operações dos títulos de dívida pública do País, como as do Tesouro Direto.

O ataque foi identificado na noite de sexta-feira, 13 e, de acordo com o ministério, medidas de contenção foram aplicadas e a Polícia Federal, acionada. Inicialmente, as consequências da ação estão sendo avaliadas pelos especialistas de segurança do próprio Tesouro e da Secretaria de Governo Digital.

"Nesta primeira etapa, avaliou-se que a ação não gerou danos aos sistemas estruturantes da Secretaria do Tesouro Nacional, como o Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) e os relacionados à Dívida Pública. As medidas saneadoras estão sendo tomadas", afirmou a pasta por meio de nota. Segundo o ministério, novas informações sobre o episódio serão divulgadas quando estiverem disponíveis.

O ataque na rede interna da secretaria foi identificado como "ransomware", ou seja, quando há bloqueio a partir da inserção de código, programa ou software nocivo que restringe o acesso ao sistema infectado. Nestes casos, geralmente é solicitado o pagamento de um resgate para que o acesso seja restabelecido. O pagamento quase sempre é cobrado por meio de criptomoedas, que são recursos financeiros digitais anônimos.

Já há um projeto no Congresso que pretende regulamentar esses ativos. Reguladores e supervisores em todo o mundo rejeitam as criptomoedas como um ativo confiável e manifestam preocupações relacionadas ao anonimato, algo que facilita a lavagem de dinheiro, o financiamento ao terrorismo e ações como a executada contra o Tesouro.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais