Notícias

Totvs: conselheiros da Linx avaliam que proposta de incorporação feriria acordo

A Totvs anunciou nesta segunda-feira, 21, que através de seus assessores jurídicos foi informada que os conselheiros independentes da Linx não irão firmar o protocolo de incorporação com a empresa por entenderem que tal assinatura feriria o acordo celebrado com a Stone Participações. Em comunicado ao mercado, a Totvs afirma considerar a decisão “equivocada”.

Aliado a isso, a empresa afirma ainda que “não houve evolução relevante da análise, pelo comitê especial independente constituído pelo conselho de administração da Linx, da proposta de combinação de negócios apresentada pela Totvs”. Na visão da Totvs, até esse momento, sua percepção é de que, independentemente dos motivos, o comitê tem demonstrado somente disposição para retardar, ou mesmo impedir, a apreciação de sua proposta pela assembleia de acionistas da Linx, para assim forçar esses acionistas a deliberar sobre uma única proposta, a da Stone.

Segundo a Totvs, tal posicionamento não tem suporte nem mesmo no acordo de associação celebrado entre a Linx e a Stone, que em seu item 7.2 prevê que, eventual recomendação de aprovação de proposta de operação concorrente pelo conselho de administração da Linx não constitui violação à exclusividade assumida naquele mesmo acordo”.

Para que sua proposta, que já foi prorrogada até 13 de outubro, continue válida após esse prazo, a Totvs espera que a administração da Linx proporcione o mesmo nível de acesso à informação dado à Stone na preparação dos documentos exigidos pela CVM e pela SEC para a realização de assembleias; caso a assembleia geral da Linx para deliberar sobre a proposta da Stone seja convocada antes de o formulário F-4 da Totvs seja declarado efetivo pela SEC, assegure a inclusão, na ordem do dia da mesma assembleia; e emita, ainda que condicionada a estar o F-4 da Totvs efetivo, sua recomendação aos acionistas da Linx quanto à proposta da Totvs.

A Totvs reiterou ainda que sua proposta será mantida após 13 de outubro apenas caso essas condições mínimas sejam respeitadas.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro