• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias10/12/2021

Tribunal dos EUA decide a favor da Bayer pela 2ª vez em caso ligado ao Roundup

O resultado é a segunda vitória em julgamento que a companhia obteve para seu defensivo glifosato

O resultado é a segunda vitória em julgamento que a companhia obteve para seu defensivo glifosato

(Créditos: Reprodução / Facebook)
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo10/12/21 - 09h30min

Chicago, 10 - A Bayer, fabricante alemã de produtos farmacêuticos e agroquímicos, informou que um júri da Califórnia, nos Estados Unidos, concluiu que seu herbicida Roundup não é a causa do câncer de uma mulher. O resultado é a segunda vitória em julgamento que a companhia obteve para seu defensivo glifosato, depois que um júri em Los Angeles (EUA) decidiu a favor da Bayer pela primeira vez em outubro. Antes, a Bayer havia perdido três casos envolvendo o Roundup.

+ Cade aprova venda da Schering do Brasil, da Bayer, para Grupo União Química

O tribunal de San Bernardino decidiu a favor da empresa, após a vítima dizer que tinha contraído linfoma não-Hodgkin depois do uso do herbicida Roundup por mais de 30 anos. "O veredicto do júri leva este julgamento a uma conclusão bem-sucedida e é consistente com as evidências neste caso em que o Roundup não é a causa do câncer", disse um porta-voz da Bayer.

A Bayer afirma que o Roundup, que adquiriu ao comprar a empresa agroquímica norte-americana Monsanto por US$ 63 bilhões, não causa câncer. A empresa com sede em Leverkusen, na Alemanha, espera que uma decisão da Suprema Corte dos EUA em um caso separado ajude a encerrar o litígio de anos sobre o herbicida. Questões jurídicas em torno do Roundup levaram a empresa a separar bilhões em provisões para resolver casos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais