Negócios

EUA: Tyson Foods recolhe produtos após suspeita de contaminação por bactéria

Crédito: Divulgação

O recall abrange produtos que vão desde peitos desossados e sem pele até tiras de carne de frango (Crédito: Divulgação)

A Tyson Foods, maior processadora de carne dos Estados Unidos, está recolhendo cerca de 3,856 mil toneladas de produtos feitos à base de frango que, segundo a empresa e funcionários federais, podem estar contaminados com bactérias nocivas. O recall, um dos maiores anunciados nos últimos anos pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), abrange produtos que vão desde peitos desossados e sem pele até tiras de carne de frango.

O Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar do USDA disse que o frango pode estar contaminado com Listeria monocytogenes e classificou o recall como de alto risco. O governo norte-americano também divulgou uma lista com os rótulos dos produtos de frango incluídos no recall.

+ Carnes/EUA: Tyson investe em desenvolvedora de robôs para linhas de processamento

Segundo o USDA, o recall veio depois que a agência foi notificada, em 9 de junho, com a informação de duas pessoas com listeriose. Uma investigação da agência identificou três doentes com listeriose, incluindo uma morte, entre 6 de abril e 5 de junho, informou. Duas amostras de frango coletadas durante a investigação continham bactérias intimamente relacionadas às cepas envolvidas nessas doenças, disse o USDA, e uma dessas amostras foi coletada na unidade da Tyson Foods.

A Tyson disse que os produtos recolhidos foram produzidos em sua fábrica de Dexter, Missouri, entre o fim de dezembro e meados de abril, e foram vendidos para restaurantes e supermercados nos EUA e em Porto Rico. A empresa disse que o recall foi voluntário e que não havia evidências conclusivas de que os produtos de frango estivessem contaminados no momento do embarque. “Estamos dando esse passo de precaução por excesso de cautela e mantendo nosso compromisso com a segurança”, disse o vice-presidente sênior de segurança alimentar da Tyson, Scott Brooks.

O recall ocorre no momento em que o negócio de frangos da Tyson, o maior do país em termos de volume produzido, tem dificuldade para acompanhar o aumento da demanda. A empresa com sede em Arkansas tem aumentado os salários para manter suas fábricas de aves equipadas, enquanto gasta dezenas de milhões de dólares para comprar carne de rivais para atender aos pedidos de seus clientes, disseram executivos em maio.

Listeria é uma bactéria potencialmente mortal. Geralmente não causa doenças em pessoas saudáveis, mas pode ameaçar adultos mais velhos, mulheres grávidas e recém-nascidos, bem como pessoas com sistema imunológico enfraquecido. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?