Negócios

Tyson Foods tenta reduzir desmatamento na cadeia de suprimentos

Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural

A empresa descobriu que 6% da sua produção corria o risco de ser associada ao desmatamento (Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural)

Nova York, 12 – A Tyson Foods, processadora de carnes dos Estados Unidos, com sede em Springdale, Arkansas, está desenvolvendo planos para reduzir o risco de desmatamento em sua cadeia de fornecimento global, informou a empresa nesta quinta-feira.

Em análise, concluída este ano com consultoria externa, a empresa descobriu que 6% da sua produção corria o risco de ser associada ao desmatamento, comunicou a Tyson.

+ EUA: Tyson Foods anuncia Donnie King como novo presidente da unidade de aves
+ Tyson reduz preços de alguns produtos vendidos a supermercados e restaurantes

Como resposta, a empresa “está trabalhando para reduzir o risco” de desmatamento para quatro grupos de commodities: gado e carne; soja; azeite de palma; celulose e embalagens.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro