Cocheira

Uma única voz no campo

Uma única voz no campo

Divulgação

No mês passado, 12 entidades que representam os produtores rurais no País se reuniram na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O encontro serviu para criar o Conselho das Entidades do Setor Agropecuário (Conselho do Agro). Sua formalização acaba com uma das maiores críticas ao agronegócio: a de que, no setor, os seus representantes falam cada um por si. “O agronegócio tem o dever de ajudar na reconstrução do País”, diz João Martins da Silva Junior (foto), presidente da CNA. A intenção é realizar uma reunião por mês. A primeira contribuição do conselho será à reforma trabalhista que está sendo preparada pelo governo.

Meio Ambiente
Não às queimadas

Foi rejeitada na Comissão de Meio Ambiente de Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados um projeto de lei do deputado Expedito Netto (SD-RO), que propõe dobrar a pena para quem provocar incêndio em mata ou floresta, hoje de dois a quatro anos de reclusão. Mesmo assim, o projeto irá a plenário. De acordo com a deputada Tereza Cristina (PSB-MS), os incêndios criminosos já são punidos pela Lei de Crimes Ambientais. “O que tem falhado é o controle”, diz ela. “Duplicar as penas para um crime já previsto não tornará a lei mais eficaz.”

Defesa
Sanidade mais equilibrada

Está no Senado uma proposta de lei para mudar os critérios de partilha dos recursos destinados aos programas de sanidade animal e vegetal. O projeto propõe a distribuição aos Estados de 80% dos recursos, tomando por critério alguns indicadores. Entre eles estão o Valor Bruto da Produção, área plantada, rebanho e volume exportado. Além disso, a transferência, que hoje é anual, passaria a ser mensal. O secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, Luís Eduardo Rangel, já se manifestou: ele concorda com a proposta. Para 2017, a previsão para a sanidade é de R$ 224 milhões. Neste ano, foram destinados R$ 220 milhões, dos quais apenas R$ 12 milhões ficaram com os Estados.

Rodovia
BR-163 e seus 40 anos

“40 Anos da BR-163, uma estrada com quilômetros para contar” é o nome de uma exposição que acontece em Cuiabá (MT) até o final deste mês. Ainda hoje, a rodovia que integra o Sul ao Centro-Oeste e Norte do Brasil é associada à falta de investimento em logística. Com quase 3,5 mil quilômetros, cerca de mil quilômetros ainda são de chão batido. O evento é promovido pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso e a Polícia Rodoviária Federal.

Datagro
Conferência para o mundo

O professor da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP), Marcos Fava Neves, um dos maiores estudiosos do setor do agronegócio no País, foi um dos cerca de 60 palestrantes presentes à 17ª Conferência Internacional Datagro Sobre Açúcar e Etanol, realizada no mês passado em São Paulo. “A cana-de-açúcar vai gerar muitos outros produtos, como combustível para aeronaves”, disse Neves. “O futuro é a diversificação.” O evento coordenado por Plínio Nastari, presidente da consultoria Datagro, já é um dos maiores do País. Nesta edição, recebeu 600 profissionais de 35 países.

 

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais