Notícias

USDA: EUA vendem 538,1 mil toneladas de soja da safra 2019/20 na semana

São Paulo, 18 – Exportadores dos Estados Unidos venderam 538,1 mil toneladas de soja da safra 2019/20 na semana encerrada em 11 de junho, informou o Departamento de Agricultura do país (USDA) em relatório divulgado nesta quinta-feira (18). O volume representa queda de 46% ante a semana anterior e de 36% ante a média das quatro semanas anteriores.

Na semana, os principais compradores foram China (320 mil t), Egito (100,8 mil t), destinos não revelados (32 mil t), Taiwan (23,3 mil t) e Líbano (19,4 mil t), que compensaram os cancelamentos feitos por destinos Japão (5,2 mil t).

Para a safra 2020/21, foram comercializadas 1,382 milhão de toneladas, principalmente para a China (1,03 milhão de t), destinos não revelados (253 mil t), México (74 mil t) e Taiwan (18 mil t).

Milho

Os exportadores dos EUA venderam 357,8 mil toneladas de milho da safra 2019/20 na semana encerrada em 11 de junho. O volume representa queda de 46% ante a semana anterior e de 45% % em relação à média das quatro semanas anteriores.

Na semana, os principais compradores foram destinos não revelados (81,7 mil t), Coreia do Sul (72,6 mil t), Guatemala (50,3 mil t), México (47,4 mil t) e Venezuela (42,9 mil t), que compensaram os cancelamentos feitos por Jamaica (11,2 mil t) e Canadá (9,8 mil t).

Para a safra 2020/21, foram vendidas 114,8 mil toneladas, principalmente para Guatemala (74,8 mil t), Jamaica (20,7 mil t), Canadá (10,2 mil t), Japão (8 mil t) e Nicarágua (2 mil t), que compensaram os cancelamentos feitos por México (900 t).

Trigo

Quanto ao trigo, os exportadores dos Estados Unidos venderam 504,8 mil toneladas do produto da safra 2019/20, já descontados os cancelamentos, na semana encerrada em 11 de junho maio, informou o USDA.

O volume representa alta de 87% ante o reportado na semana anterior, quando foram vendidos 270,4 mil toneladas do cereal da temporada 2020/21.

Na semana, os principais compradores foram Guatemala (128,5 mil t), México (102,2 mil t), Siri Lanka (65 mil t), Nigéria (60 mil t) e Honduras (40,5 mil t), que compensaram os cancelamentos feitos por destinos não revelados (26,5 mil t).