Negócios

USDA reduz estimativa de estoque para soja e mantém para milho

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

O volume inspecionado de soja para exportação em portos norte-americanos subiu 26,53% (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

São Paulo, 11 – O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu sua estimativa para estoques domésticos de soja ao fim da temporada 2020/21. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, divulgado na quinta-feira, 10, o USDA projetou as reservas em 175 milhões de bushels (4,76 milhões de toneladas), ante 190 milhões de bushels (5,17 milhões de toneladas) projetados no relatório de novembro. Analistas consultados pelo Wall Street Journal esperavam uma redução maior, para 165 milhões de bushels (4,49 milhões de toneladas).

Quanto aos estoques de milho nos EUA, a previsão foi mantida em 1,702 bilhão de bushels (43,23 milhões de toneladas). A projeção do mercado era de uma redução para 1,697 bilhão de bushels (43,10 milhões de toneladas).

+ EUA vendem 616,5 mil t de trigo da safra 2020/21 na semana, diz USDA
+ USDA aprovou até agora US$ 11,6 bi na 2ª rodada de ajuda a produtores

No caso do trigo, a expectativa de estoques domésticos foi cortada de 877 milhões para 862 milhões de bushels (23,87 milhões para 23,46 milhões de toneladas). Os analistas esperavam uma redução menor, para 874 milhões de bushels (23,79 milhões de toneladas).

A previsão para estoques mundiais de soja ao fim de 2020/21 foi reduzida de 86,5 milhões para 85,6 milhões de toneladas, enquanto os analistas projetavam 85,5 milhões de toneladas. A estimativa para reservas globais de milho foi cortada de 291,4 milhões para 289 milhões de toneladas. A projeção do mercado era de 289,3 milhões de toneladas. Quanto ao trigo, os estoques globais foram estimados em 316,5 milhões de toneladas, de 320,5 milhões em novembro. A expectativa dos analistas era de um aumento, para 321,5 milhões de toneladas.

A estimativa para a safra de soja nos EUA foi mantida em 4,17 bilhões de bushels (113,50 milhões de toneladas), com rendimento de 50,7 bushels por acre (3,41 toneladas por hectare). A previsão de produção de milho também ficou inalterada, em 14,507 bilhões de bushels (368,48 milhões de toneladas), com produtividade de 175,8 bushels por acre (11,03 toneladas por hectare).

A previsão para a safra norte-americana de trigo foi mantida em 1,826 bilhão de bushels (49,70 milhões de toneladas). Já a estimativa para a produção global do grão foi elevada de 772,4 milhões para 773,7 milhões de toneladas.

Brasil e Argentina

A previsão para a safra brasileira de soja em 2020/21 foi mantida em 133 milhões de toneladas. Para a Argentina, a projeção foi reduzida de 51 milhões para 50 milhões de toneladas.

O USDA também manteve sua estimativa para a produção de milho no Brasil em 2020/21, em 110 milhões de toneladas. A projeção para a Argentina foi reduzida de 50 milhões para 49 milhões de toneladas.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?