Negócios

Usina de etanol de milho FS capta mais US$ 50 mi com emissão de títulos verdes

Crédito: Reprodução/F5

A empresa também captou R$ 530 milhões em emissões verdes no Brasil junto a duas instituições financeiras - Santander e Credit Suisse (Crédito: Reprodução/F5)

São Paulo, 12 – A FS, usina de etanol que utiliza milho em 100% da produção, informou ter realizado captação complementar com a emissão de títulos verdes no valor de US$ 50 milhões. O financiamento será utilizado para refinanciamento de capital de giro da companhia. As novas notas foram oferecidas como uma emissão adicional aos títulos verdes captados em 15 de dezembro de 2020, no valor de US$ 550 milhões.

A oferta, coordenada pelo Banco Morgan Stanley, teve demanda de quase seis vezes o valor pretendido, segundo a empresa. Os títulos foram precificados acima do par (cotação maior do que o valor nominal) e têm vencimento em 5 anos da data da emissão original.

+ IBGE: área plantada de soja crescerá 2,7% em 2021, para 38,1 milhões de hectares

“Isso é reflexo da melhor percepção de crédito da FS no mercado, além da melhora do cenário macroeconômico global. Precificamos a reabertura do bond (título) em US$ 106,50, que implicou em um yield (rendimento) de cerca de 8%, versus os 10% da primeira emissão”, disse o CEO da FS, Rafael Abud, no comunicado.

A empresa também captou R$ 530 milhões em emissões verdes no Brasil junto a duas instituições financeiras – Santander e Credit Suisse.

Segundo a FS, as metas de sustentabilidade são se manter no ranking das top 10 de etanol anidro do RenovaBio, aumentar a transparência da divulgação de informações, por meio da obtenção do selo GRI – Global Reporting Initiative no seu relatório de sustentabilidade, e a certificação da emissão com base nos padrões do CBI – Climate Bonds Initiative.

A FS tem duas plantas, uma Lucas do Rio Verde e outra em Sorriso, ambas em Mato Grosso. A unidade de Lucas, inaugurada em 2017, tem capacidade de produção de cerca de 530 milhões de litros de etanol/ano. A fábrica de Sorriso, que teve a primeira fase concluída em fevereiro de 2020, tem capacidade atual para produzir em torno de 530 milhões de litros de etanol/ano, mas obras de expansão devem aumentá-la para 800 milhões de litros de etanol/ano.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?