• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Economia10/06/2022

Vendas de etanol em maio recuam 7,13%, para 2,34 bilhões de litros, diz Unica

No mercado interno, o volume de etanol hidratado comercializado foi de 1,39 bilhão de litros

No mercado interno, o volume de etanol hidratado comercializado foi de 1,39 bilhão de litros

(Créditos: Arquivo / Agência Brasil)
Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo10/06/22 - 13h36min

São Paulo, 10 - As unidades produtoras de etanol do Centro-Sul comercializaram 2,34 bilhões de litros em maio, o que representa uma retração de 7,13% em comparação com igual mês de 2021. No mercado interno, o volume de etanol hidratado comercializado foi de 1,39 bilhão de litros, com uma queda de 9,18%. As vendas domésticas de etanol anidro, por sua vez, totalizaram 847,67 milhões de litros no mês, o que representa um aumento de 0,01% em relação às vendas de maio de 2021. Os dados são da União da Indústria da Cana-de-açúcar (Unica), em levantamento quinzenal divulgado nesta sexta-feira, 10.

No acumulado dos dois primeiros meses da safra 2022/23 (abril e maio), foram comercializados 2,78 bilhões de litros de hidratado no mercado doméstico (-7,22% ante igual período da safra anterior 2021/22) e 1,58 bilhão de litros de etanol anidro (+7,10%).

+ Etanol/EUA: exportação em abril cresce 48% ante março, para 701 milhões de litros

O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, disse no relatório que "o etanol contribui para o balanço de oferta e demanda dos combustíveis líquidos, uma vez que oferece ao consumidor uma alternativa à gasolina A, seja diretamente por meio do etanol hidratado ou por meio da mistura do etanol anidro. No mês de maio, os produtores venderam às distribuidoras um total de 2,12 bilhões de litros de biocombustível.

A ausência dessa alternativa significaria a necessidade de importação adicional de 1,74 bilhão de litros de gasolina A, apenas para compensar o volume no Centro-Sul".

CBios

A Unica citou dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), do mês de maio, os quais mostram que os produtores de etanol emitiram um total de 2,63 milhões de CBios. Esse volume de emissão representa o maior valor registrado nos últimos 20 meses. Segundo a Unica, o resultado se deve à maior venda de etanol por parte dos produtores, especialmente na segunda quinzena de maio.

O diretor da Unica comentou que "com apenas dois meses desde o início da safra 2022/2023, o volume de CBios em mãos das distribuidoras já corresponde a mais da metade da meta anual de descarbonização". "Não há dúvida de que, mais uma vez, os produtores de biocombustíveis deverão garantir oferta suficiente de créditos para que o compromisso com as metas e uma matriz de transporte mais limpa seja possível."

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
etanol combustível