Negócios

XP cria fintech de financiamento ao agro brasileiro

Crédito: Agência Brasil

DuAgro vai focar na linha de financiamento ao pequeno e médio produtor rural (Crédito: Agência Brasil)

A XP Inc. segue em busca da expansão de sua influência sob os agentes econômicos e anunciou a fintech DuAgro. O objetivo da criação desse braço no agronegócio brasileiro surgiu para acelerar o acesso do produtor rural a linhas de crédito desenhadas especificamente para o campo.

A empreitada conta com o apoio da secutirizadora VERT e a DuAgro funcionará como uma plataforma integrada ao mercado financeiro e de capitais que utiliza tecnologia inovadora para promover o financiamento para a compra de insumos agrícolas.

Em um contexto de insuficiência do crédito rural subsidiado, a empresa facilitará a disponibilização de recursos aos agricultores por meio da indústria e dos distribuidores de insumos, garante a XP, em nota.

+ BC vai permitir uso de imóvel como garantia de mais de uma operação de crédito
+ Covid-19: plataforma conecta produtor com quem precisa de equipamentos
+ Maia: crédito a empresas é questão mais grave; vamos aprimorar MPs no Parlamento

O foco do negócio serão os pequenos e médios produtores, que respondem por 70% da produção total da agropecuária brasileira, mas encontram dificuldade no acesso ao crédito, concentrado na mão dos grandes bancos e indústrias do agronegócio.

“A DuAgro nasce com o propósito de fomentar esse novo agronegócio, comprometido com a responsabilidade socioambiental e, portanto, apto a acessar taxas melhores no mercado de investidores de green bonds e ESG”, disse a companhia.

A abordagem da XP será de ajustar o crédito à demanda do produtor rural. Quando ele acessa a plataforma, o seu limite já está pré-aprovado no valor da compra. Basta ele confirmar os dados cadastrais, fazer o upload dos documentos pessoais e assinar eletronicamente a CPR financeira (Cédula de Produto Rural – Financeira). Não serão exigidas garantias, o que garante a agilidade do processo.