Geral

Zoológico em Nova York tem tigresa contaminada com a Covid-19

Crédito: Reprodução / Facebook

O animal foi diagnosticado após desenvolver tosse seca (Crédito: Reprodução / Facebook)

O zoológico do Bronx, em Nova York, nos Estados Unidos, informou que uma tigresa da Malásia testou positivo para o novo coronavírus. Nadia, uma fêmea de 4 anos de idade, é a primeira da espécie a contrair a doença.

O animal foi diagnosticado após desenvolver tosse seca e deve se recuperar, disse o zoológico em comunicado. Outros cinco tigres e leões também apresentaram sinais de doenças respiratórias, enquanto os demais animais do zoológico não têm sintomas. As informações são da CNN.

+ Fazenda oferece animais para participar de reuniões online por causa do coronavírus
+ Cabras selvagens invadem cidade no País de Gales após isolamento
+ OMS diz que não há evidências de transmissão da Covid-19 por animais de estimação

“Embora eles tenham experimentado alguma diminuição no apetite, os felinos do zoológico do Bronx estão se saindo bem sob cuidados veterinários e estão alertas e interativos com seus cuidadores”, explica a entidade à CNN.

Os animais foram infectados por um funcionário do zoológico com a forma assintomática do vírus. O espaço está fechado ao público desde o dia 16 de março.

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês), pessoas com a Covid-19 devem minimizar o contato com animais, incluindo animais de estimação, até que mais informações sejam conhecidas sobre o vírus.

Atualmente, cientistas estão trabalhando para prever quais espécies podem ser reservatórias do vírus. A virologista do Duke Global Health Institute em Cingapura, Lin-Fa Wang, disse à National Geographic que o risco de o vírus se apossar de uma nova espécie e, depois do período de incubação, retornar para os humanos é baixo, mas a possibilidade deve ser observada.

Por enquanto, além da tigresa infectada, há casos de dois cachorros com o vírus em Hong Kong, na China, e um gato doméstico na Bélgica.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro